Graviola

Graviola: Pra que serve, características e como utilizar

A graviola é uma fruta, similarmente conhecida como Fruta-do-Conde, Jaca do Pará ou Jaca de pobre, usada como fonte de fibras e vitaminas, sendo o seu uso sugerido em casos de prisão de ventre, diabete e obesidade.

A fruto tem um formato oval, com a casca na coloração verde-escuro e revestida de “espinhos”. A parte interna é formada pela massa branca com o gosto levemente adocicado e um pouco ácido, sendo usada para fazer vitaminas e sobremesas.

O nome científico da graviola é Annona muricata L. e pode ser encontrada em mercados, feiras e lojas de produtos naturais.

Vantagens e pra que serve a graviola

Por causa das suas características, a graviola pode ser usada em muitas situações, como:

  • Redução da falta de sono, uma vez que tem em sua composição compostos que promovem o descanso e o sono ;

  • Hidratação do corpo, já que a massa da fruta é constituída especialmente por água ;

  • Redução da pressão arterial, uma vez que é um fruto com características diuréticas, ajudando a regular a pressão ;

  • Tratamento de doenças do estômago, como a gastrite e a úlcera, já que tem características anti-inflamatórias, diminuindo a dor ;

  • Prevenção da osteoporose e fanemia, uma vez que é uma fruta bastante rica em cálcio, fósforo e ferro ;

  • Tratamento da diabetes, uma vez que tem fibras que impedem que o açúcar aumente depressa no sangue ;

  • Retardo do envelhecimento, já que tem características antioxidantes, combatendo, dessa maneira, os radicais livres;

  • Alivio das dores do reumatismo, uma vez que tem características antirreumáticas, diminuindo a inflamação e a dor.

Além disso, alguns pesquisas demonstraram que a graviola pode ser usada como suplemento do tratamento em oposição ao câncer, uma vez que tem um elemento antioxidante capaz de destruir as células cancerígenas sem provocar danos às células normais.

A graviola similarmente pode ser usada para o tratamento da obesidade, prisão de ventre, doenças no fígado, dor de cabeça intensa, gripes, verminoses e stress, já que é um excelênte modulador do humor.

Veja abaixo mais alguns benefícios da Graviola:

Como utilizar

A graviola pode ser consumida de muitas formas: natural, como suplemento em cápsulas, em sobremesas, chás e sucos. Tudo da graviola pode ser aproveitado, a partir de a raiz até as flores.

  • Chá de graviola: É realizado com 10 g de folhas de graviola secas, que precisam ser colocadas em 1 litro de água fervente. Depois de 10 minutos, deve-se coar e utilizar 2 a 3 xícaras depois de as refeições;

  • Suco de graviola: Para fazer o suco basta bater no liquidificador 1 graviola, 3 pêras, 1 laranja e 1 mamão, junto com água e açúcar a gosto. Depois de batido, já pode utilizar.

Contra-indicação do utilização da graviola

O uso da graviola não é recomendado para gestantes, indivíduos com caxumba, aftas ou ferimentos na boca, já que a acidez da fruta pode provocar dor, e indivíduos com hipotensão, uma vez que um dos efeitos nocivos da fruta é a redução da pressão arterial.

Além disso, os indivíduos hipertensos precisam ter indicação do cardiologista à respeito do uso da graviola, uma vez que a fruta pode interagir com os remédios usados ou até mesmo diminuir bastante a pressão, podendo provocar um quadro de hipotensão.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *